Notícias
24 de Junho de 2018

Morre em São Paulo, aos 84 anos, José Azevedo, Cônsul Honorário de Portugal em Manaus


Foto da Noticia
231 pessoas leram esta notícia.

Lisboa, 24 de Junho de 2018

Foi com grande pesar e consternação que tomei conhecimento do falecimento de José dos Santos da Silva Azevedo, Cônsul Honorário de Portugal em Manaus, onde residia desde 1934.

Nesta hora triste, quero deixar registo do profundo reconhecimento, meu e do Governo português, pela sua grande humanidade e pelos relevantes serviços que prestou ao Estado português e aos cidadãos portugueses e luso-descendentes residentes no Estado do Amazonas, não apenas como membro de uma comunidade que tanto se destacou na sociedade amazónica, tendo, recordo, desenvolvido atividades nomeadamente como empresário, ator de teatro e dirigente associativo, mas também como representante do Estado português.

Foi nesta capacidade que o conheci em abril do ano corrente , no decurso da minha primeira visita ao interior Norte do Brasil, tendo então podido testemunhar pessoalmente toda a dimensão da sua ação e do seu comprometimento com a comunidade portuguesa, bem como a enorme estima e carinho que esta lhe dedicava.

Foram estas as qualidades e virtudes que valeram a José dos Santos da Silva Azevedo a distinção no âmbito das Ordens Honoríficas do Estado Português, com o grau de Comendador.

Recordo as palavras que proferiu numa entrevista ao escritor brasileiro Abrahim Base, autor da sua biografia, publicada com o título "A saga de um imigrante português", ocasião em que resumiu a sua vida em apenas duas palavras: "trabalho e dedicação".

Foram estas as marcas do seu percurso como membro da comunidade portuguesa residente no Estado do Amazonas, sempre na defesa e promoção dos interesses e dos valores sociais, culturais e económicos dos seus concidadãos e do seu país no Brasil. Em todos os momentos, e como o próprio afirmou, um percurso feito de trabalho e dedicação.

Importa agora honrar e preservar a sua memória, razão pela qual dirijo esta mensagem de sentidas condolências à sua família, aos seus amigos e à comunidade portuguesa que tão exemplarmente serviu.

José Luís Carneiro
Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas